21 de outubro de 2011

Festa dinossauro - preparativos

Para o aniversário do Miguel resolvi sair do comum e não usar aqueles kits de aniversário que até então usava todo ano. Arregacei as mangas e usei a imaginação (além de muito Google)

O tema escolhido foi Dinossauro. Desde a seleção do tema estava decidido: haveria uma escavação de ossos de dinossauros durante a festa! Procurei na internet como fazer, experimentei algumas das sugestões, fiz algumas alterações e por fim preparei nossos próprios fósseis:


Para fazer os ossos você precisa:
  • gesso em pó
  • areia
  • água
  • palito de madeira (ou outro objeto para misturar o gesso)
  • bandeja
  • pote de plástico
A areia deve ser colocada úmida numa bandeja ou outro recipiente onde possa der pressionada. Após espalhar a areia, pressione bem. Com as mãos ou com um molde, pressione ainda mais a areia afim de obter o formato dos ossos que você deseja. Prepare então o gesso. Para isso, basta misturar um pouco de água ao gesso em pó, num recipiente pequeno. Não usei medidas para essa mistura. O que fiz foi colocar um pouco de gesso num pote e fui adicionando água aos poucos conforme misturava. Assim que obtiver um líquido espesso e homogêneo, despeje-o nos sulcos criados na areia. Reserve a mistura até secar. Quando estiver bem seca, retire o gesso da areia. Você terá ossos prontos para serem limpos pelas crianças!

Para a festa também preparei as lembrancinhas. Comprei um kit de mini dinossauros, mas achei que era pouco. Comprei então duas caixas de giz-de-cera (com 15 unidades cada) e imprimi algumas imagens de dinossauros para colorir. Separei os gizes-de-cera (2 cores para cada kit) e algumas folhas impressas. Em uma papelaria encontrei adesivos no mesmo tema. Para completar o kit, busquei por imagens de dinossauro e criei um banner com o nome do aniversariante para fechar o kit de lembrancinha. No fim ficou assim:



Continuarei no próximo post sobre o que organizei como atividades para as crianças e para a decoração da festa...





18 de outubro de 2011

Preocupado com o vovô

Miguel e sua preocupação com o avô:

"Mãe, cadê seu vô?". 

"meu vô morreu, Miguel". 


"Porque?"


"Porque ele ficou doente"


"Você não deu remédio para ele?!"


"Ele morreu porque era muito velhinho".

Ele então vai até seu avô e pergunta: "Vô, você tá bem?"

16 de outubro de 2011

Jogo de tabuleiro

Modestamente feito por mim e pelo Miguel


Primeira aula sobre diferença de gênero

Eu esperando minha vez de usar o banheiro e o Miguel diz: "mãe, segura o pinto!"
Eu respondi "eu sou menina, não tenho pinto, tenho periquita"
Miguel pergunta: "meninas tem periquita?"
Eu respondo "sim"
Silêncio de alguns segundos. Miguel então pergunta "mãe, posso ver?"

NÃOOOOO!!!

16 de setembro de 2011

Meu bebê tá no páreo!

Nicholas está participando de um concurso cultural!

É um concurso que o Clube do Brinquedo está promovendo, onde as 3 fotos mais "curtidas" ganharão um mês de aluguel de de brinquedos de graça!

Como eu já sou cliente e adorei a proposta do aluguel de brinquedos, estou torcendo e fazendo campanha para meu bebê ganhar!

Que tal ajudá-lo a ganhar esse concurso? É só curtir a fotinho dele no Facebook neste link aqui



2 de setembro de 2011

Estante de livros de árvore

Que coisa mais fofa para um quarto de criança!


Má notícia

Ontem liguei no meu serviço para confirmar o meu retorno. Pelos meus cálculos eu voltaria a trabalhar no dia 27 de setembro, mas segundo a moça do RH eu volto antes, dia 22.

Fiquei chateada por perder uma semana. Para mim todo tempo com meus filhos em casa é precioso.

O Miguel estava tomando café enquanto eu falava no telefone com o RH. Quando eu desliguei ele me diz chorando "Por que você tem que trabalhar?" E caiu no choro.

Quem conhece ele sabe que ele não chora, exceto quando está muitissimo cansado ou quando o machucado doeu muito. Eu fiquei com o coração partido. Dei um abraço nele e expliquei que depois que ele sair da escola irá me encontrar em casa.

Eita situação difícil...

Onde está o Wall-E?

Clique na imagem para ampliar


1 de setembro de 2011

Protetor de berço feito em casa

Depois de dois meses de espera, recebi o tecido que comprei dos EUA. Minha intensão inicial era usá-lo para fazer uma mochila para o Miguel. Mas como o tecido é molinho e uma gracinha, resolvi fazer um protetor de berço para o Nicholas (mesmo não sendo necessário para o tipo de berço que ele tem).

Os materiais que usei foram:
2 yards (mais ou menos 2 metros) de tecido estampado 100% algodão
1 fronha de travesseiro branca
retalhos de tecido verde.
1 travesseiro

A costura é muito simples. Comecei por fazer as tiras para amarrar o protetor no berço. Cortei o tecido no tamanho que gostaria que ficasse. Testei no berço. Costurei do lado avesso o tecido estampado e a fronha. A fronha eu descosturei, virando uma tira grande de pano branco. Passei uma costura reta nas partes de cima e de baixo. Incluí os retalhos de uma cor que combinava com a estampa. Fechei o lado esquerdo primeiro. Com isso acabei tendo um bolsão desses tecidos costurados. Ah! Não esqueça de colocar as tiras para a amarração no momento da costura!! Com o bolso que ficou, abri o travesseiro e passei o recheio para o protetor. Recheei e fechei o lado que faltava. Existe a opção de colocar um ziper ao invez de fechar com a costura.

O resultado foi esse:




O que acharam?

30 de agosto de 2011

26 de agosto de 2011

Violência conta o Saci

Em casa, Saci Pererê virou bode-expiatório para o Miguel.

"Quem melecou a geladeira de chocolate, Miguel?"
"Não fui eu. Acho que foi o Saci..." (com a cara toda melecada de chocolate)

"Miguel, quem riscou todo o lençol da minha cama?!!!!!"
"Não sei... deve ter sido o Saci..."

Hoje perguntei para ele:

"Miguel, você sabe como capturar o Saci?"
"A gente faz assim, mãe, risca um X no chão, coloca um copo do lado do X... Quando o Saci pisar no X, ele vai tropeçar no copo... ai a gente pega uma faca e corta o Saci!" [fazendo gesto de cortar o pescoço]

Ele ainda quis justificar ao ver minha reação de choque. "Ele é malvado, fica fazendo bagunça!"

Depois de uns risos escondidos, virei para ele e perguntei "não seria melhor fazer outra coisa? Sem machucar ele? Que tal amarrar ele?

Ele topou. E o Saci respirou aliviado.

24 de agosto de 2011

Porque crescemos?


Brinquedo alugado

Trouxe ontem para casa um brinquedo alugado (falo sobre isso aqui)  para cada um dos meus filhos, e também um sapato novo para mim. 


O mais velho ficou super empolgado com o brinquedo. Na verdade, os dois adoraram!


Então  expliquei que o brinquedo era emprestado, e que ele precisaria devolver em breve. 


Ele olha pra mim e diz: "você também vai devolver seu sapato?" #fazsentido

Cama Kombi

Ela é uma Kombi-cama-mesa-cantinho-pessoal. Eu adorei!!



22 de agosto de 2011

19 de agosto de 2011

Hot wheelzão

Deve ser o sonho de todo menino ver um desse de perto!







Via Bem Legaus

Cavalinho reciclável

Isso que é ser ecofriendly!



Via Bem Legaus

O bebê e a remelinha

Meus dois filhos nasceram com remelinhas em um dos olhos.

O mais velho ficou com os olhos lacrimejando por certa de 1 mês. Ele acordava com um dos olhos grudados todas as manhãs. Durante o dia o olhinho continuava a acumular a remelinha...  O levei ao pediatra e o mesmo me disse que era um problema no ducto lacrimal, que estava entupido mas que desentupiria sozinho. O único conselho que me deu foi o de massagear o cantinho do olhinho dele.

O pediatra estava certo e em pouco tempo a remelinha desapareceu. O olhinho sarou.

Agora com o caçula aconteceu a mesma coisa, um dos olhos lacrimejando, e muito! Eu não estava vencendo limpar. Ele acordava com os olhos grudados, com uma casca grossa de remela. Toda manhã eu pegava uma bolinha de algodão e limpava o olho com soro fisiológico. Uma hora depois já tinha remela no cantinho do olho. Depois de dois meses ele continuava com o mesmo problema. Parecia um gatinho com os olhos grudando. 

Levei o Nicholas no pediatra para falar sobre o olhinho dele. Eu não estava preocupada antes pois com o Miguel o problema havia se resolvido sozinho. O pediatra dessa vez me contou que é sim normal ter remelinha, mas num período de 1 mês. Como o Nicholas estava prestes a completar 3 meses ele receitou um colírio antibiótico, mas me avisou que se não funcionasse ele encaminharia meu filho para o Oftalmologista. Usei o colírio por 1 semana. Mas o remédio não funcionou. Retornei no pediatra já sabendo que receberia o encaminhamento para o oftalmo. Saí de lá com a guia de encaminhamento na mão. No mesmo dia tentei marcar consulta com o oftalmo. Sem sucesso deixei para o dia seguinte.


E o que acontece no dia seguinte? 
Ué? Cadê a remelinha? Cadê o olho grudado? Sarou?


Sarou!

O olhinho não quis conhecer o Oftalmo... que bom!

18 de agosto de 2011

Tutorial: Pouch sling

Fazer um pouch sling é muito mais simples do que parece. Vamos tentar?


Materiais:
2 metros de tecido para o lado exterior do sling
2 metros para o forro do sling
tesoura
fita métrica
máquina de costura

Se você não tem máquina de costura, ou não quer se arriscar nela, você pode fazer um wrap sling usando apenas uma tesoura!! Aqui está o tutorial do wrap sling.

Escolha dois tecidos que combinem entre si. Para esse sling usei tricoline, mas você pode utilizar o tecido da sua preferência, inclusive flanela para a parte interna.

Se você tem um tecido de 2 metros ele provavelmente terá a medida de 2m x 1,5m. Corte o tecido no sentido do comprimento afim de ficarmos com a medida de 2m x 60cm (aproximadamente). Eu simplesmente dobrei o tecido ao meio e cortei. 
Faça o mesmo com o outro tecido. Os dois devem ter a mesma medida.

Alinhe os dois tecidos juntos, com o lado direito do tecido virado para dentro.


Esse me tecido estampado era dupla face. Não se esqueça que o lado direito do tecido deve estar  virado para dentro para então costurarmos.


Costure todo o comprimento, em ambos os lados, deixando abertas as partes de cima e de baixo:

Depois de costurar os dois lados, vire a costura para o lado direito.

Agora dobraremos da seguinte forma:


Reserve a peça dobrada. Com a fita métrica mediremos a distância do alto do seu ombro (ou da pessoa que usará o pouch sling) e o osso do quadril do lado oposto ao ombro:


Pegue o tecido que dobramos. Cortaremos a sua medida da seguinte forma:
O corte deve ser em meia lua. Cuidado! Essa meia lua deve ter uma diferença de no máximo 4 cm do lado onde se iniciou o corte. Observação: Acrescente cerca de 3 cm à sua medida antes de cortar, pois costuraremos a seguir.
Depois de cortada a meia lua, abra o tecido. Você terá algo semelhante a isso: 



Costure onde está indicado na figura acima. Lembre-se: no momento da costura a estampa/tecido está do lado direito. Tome cuidado para que as quatro camadas de tecido estejam alinhadas no momento da costura.


Corte o excesso próximo à costura feita. Vire ao avesso. Costuraremos novamente em torno da meia-lua.



O que estamos fazendo é a costura francesa:

Vire do lado direito. E seu pouch sling está pronto! É só dobrá-lo, pegar seu bebê e sair para passear!

Espero que tenha gostado do tutorial. E não esqueça de me contar como ficou o seu!



Bebê simpatia

Nunca vi um bebê que sorria tanto quanto o Nicholas. Basta olhar pra ele que ele abre um sorrizão! Coisa mais fofa...




15 de agosto de 2011

As formas de uma mãe

Uma dia em um restaurante americano uma mãe observou outra passando com um carrinho de bebê. Enquanto ela tentava ajeitar o carrinho entre as cadeiras, sua camiseta levantou e ela viu que apesar ela fosse esbelta, ela tinha aquela mesma sobra de pele em volta da barriga. Foi então que essa mãe percebeu que o corpo pós-maternidade é um dos maiores segredos da sociedade; tudo o que vemos do corpo feminino é ele sendo perfeito, e se parecemos diferente, devemos escondê-lo da luz do dia com medo dele ser visto.

A ideia dessa americana foi a de criar um site onde mulheres de todas as idades, formas, tamanhos e nacionalidades pudessem compartilhar imagens de seus corpos para que eles não sejam mais segredo. Assim poderemos saber com o que as mulheres realmente se parecem, sem cirurgias plásticas. O site se chama The Shape of a Mother, nele é possível encontrar diversos relatos e imagens do corpo materno pós-parto.